Após alta, Follmann diz: ‘Tenho orgulho do meu corpo’

“Enfim chegou o grande dia.”

Foram com essas palavras que Jackson Follmann falou pela primeira vez após ter recebido alta do hospital nesta terça-feira. Em entrevista coletiva, o sobrevivente comentou sobre a recuperação e principalmente sobre o futuro.

Com um discurso otimista, o goleiro não mostrou qualquer abalo por ter amputado a perna direita e expressou a vontade de seguir ligado à Chapecoense. Ele demonstrou também muita gratidão, a ponto de pedir uma salva de palmas aos médicos que o ajudaram na recuperação e concederam entrevista coletiva ao lado dele. Palmas, aliás, que retornaram ao jovem de 24 anos, um exemplo de superação e de força.

Dos três atletas da Chapecoense que sobreviveram na tragédia, Follmann foi o que precisou de cuidados médicos maiores e recebeu depois de quase dois meses do acidente ocorrido em 28 de novembro. Alan Ruschel fora o primeiro a ser liberado em 16 de dezembro, seis dias antes de Neto deixar o hospital.



Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-Não Comercial-SemDerivações 4.0 Internacional

.