Mãe da ex-namorada de Jim Carrey denuncia ator pelo suicídio de sua filha

A mãe de Cathriona White, que foi namorada de Jim Carrey, denunciou o ator nesta terça-feira (11) por negligência na morte de sua filha, que se suicidou aos 30 anos em setembro de 2015 com uma overdose de pílulas.
O portal especializado em notícias de famosos “TMZ” informou que Brigid Sweetman, mãe de White, apresentou em Los Angeles uma denúncia contra o ator canadense, que se soma ao processo movido em setembro por Mark Burton, marido de White no momento de sua morte, apesar de estarem separados.
Como resposta, o advogado de Jim Carrey, Martin D. Singer, negou as acusações por meio de um comunicado, reproduzido pela revista “People”, e ressaltou que as duas denúncias são manejadas pelo mesmo advogado, Michael Avenatti.
Os processos sustentam que Carrey adquiriu substâncias sob um nome falso e que as deu posteriormente a White.
A acusação alega ainda que o ator forneceu essas substâncias a White apesar de saber que era propensa à depressão e que já tinha tentado se suicidar.
A denúncia apresentada pela mãe de White, além disso,afirma que Carrey contagiou White com três doenças sexualmente transmissíveis: clamídia e herpes I e II.
Segundo Sweetman, o ator ameaçou sua filha para que não dissesse nada sobre esse assunto.



Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-Não Comercial-SemDerivações 4.0 Internacional

.