Claudia Leitte volta a ser condenada pela Justiça do Trabalho a indenizar ex-funcionário

Claudia Leitte volta a ser condenada pela Justiça do Trabalho a indenizar ex-funcionário


A cantora Claudia Leitte foi condenada a pagar uma indenização ao seu antigo funcionário Renato Linhares, que durante os anos de 2010 e 2011 ficou responsável por vender seus shows. De acordo com o processo, Renato foi demitido pela artista e não recebeu as verbas rescisórias.  O imbróglio tramita na 6ª Vara do Trabalho de há quase sete anos e alguns recursos já foram apresentados pela defesa da cantora. O advogado do produtor, diante das decisões já proferidas pelo tribunal, tenta agora a execução provisória do débito contra a pessoa física da artista.

Vale lembrar que em 2017, Claudia já havia sido juntamente com a Ciel Empreendimentos, empresa responsável por gerenciar sua carreira, condenada a indenizar um ex-integrante da banda – que na época pediu para não ser identificado – em R$ 100 mil também ´pr reivindicações de vínculos empregatícios.  (relembre aqui).  



Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-Não Comercial-SemDerivações 4.0 Internacional

.

Documento sem título